Vencedores do Prêmio Biblioteca Digital 2021

A Biblioteca Pública do Paraná (BPP) disponibiliza gratuitamente o download dos livros vencedores do segundo Prêmio Biblioteca Digital, realizado em 2021. Criado para fomentar a produção e circulação de livros inéditos no formato de e-book, o concurso selecionou obras de autores de todo o país em quatro categorias (Romance, Conto, Poesia e Infantil). As capas e ilustrações são da Ctrl S Comunicação e a diagramação e projeto gráfico são da Thapcom Design + Ideias.

 Romance

 

Marte em Áries

            Download

Marte em Áries - 1º lugar 

Em um fluxo poético e delirante, o romance narra a jornada de Ivan após o desaparecimento de seu companheiro, Ravi. Ao iniciar essa busca, o personagem passa a exorcizar alguns demônios interiores enquanto percorre um cenário urbano e noturno que reflete seu estado de espírito. A narrativa procura evocar o lado híbrido e fluido das relações humanas, ressoando sob o signo da noite.

Artefato Cognitivo

           Download

Artefato Cognitivo Nº 7√log5ie - 2º lugar

A narrativa combina a odisseia de uma professora em busca de um castelo com fundamentos dos estudos literários e da crítica cultural.

Refúgio Para Bisões

          ​​​​​ Download

Refúgio Para Bisões - 3º lugar

Clóvis é um paisagista descendente de alemães que planeja construir, em um condomínio de Porto Alegre, um bosque formado por árvores caducifólias europeias. O projeto o leva para a Alemanha, a fim de entender mais sobre a arquitetura e a flora do lugar, onde passa a refletir sobre sua própria identidade.

 

Agnaldo de Assis

 

Marcio Aquiles
Gabriel Eduardo

 

Agnaldo de Assis Nascimento nasceu em Diadema (SP). É graduado em Letras e Jornalismo e vocalista da banda Versus Mare. Como escritor, teve contos premiados em edições da “Mostra de Artes de Diadema”. Publicou o romance Horses (2019), contemplado em edital da Prefeitura da São Paulo, e participou da antologia LGBTQIAP+ A Resistência dos Vaga-lumes (2020). Vive na capital paulista.

Marcio Aquiles é escritor, crítico literário e teatral. Publicou os poemas de A Odisseia da Linguagem no Reino dos Mitos Semióticos (2020) e o romance O Amor e Outras Figuras de Linguagem (2017), entre outros livros.

Gabriel Eduardo Bortulini nasceu em Campinas do Sul (RS), em 1991. É graduado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e tem mestrado e doutorado em Escrita Criativa pela PUC-RS. Refúgio para Bisões é seu primeiro romance.

 

Conto

 

Coisas Difíceis de Ressuscitar

           Download

Agá

           Download

A Última Noite de José  Wilker

           Download

 

Coisas Difíceis de Ressuscitar - 1º lugar

Personagens que se esbarram em antiquários decadentes, clínicas de desintoxicação e antessalas de psiquiatras, enquanto tentam elaborar suas perdas — luto, loucura, passagem do tempo, relacionamentos falidos. A multiplicidade humana se revela na troca de cartas com um homicida condenado, na invasão à casa de um poeta uruguaio e nas migalhas atiradas à morte que ora late sob a mesa, ora acena vendendo doces nas ruas.

Agá - 2º lugar

Agá abre a palavra homem e, assim, o muda, o representa: homem pequeno e grande, homem inofensivo, homem inocente, homem de quebrar promessa, homem baleado, homem que mal nascera, homem traído, homem de cabeça chata, homem que falava javanês, homem-menino-homem, homem jatobá. Um livro escrito com eles e contra
eles.

A Última Noite de José Wilker - 3º lugar

É um livro de contos insólitos. Nele, a busca da identidade é constantemente borrada por equívocos e desencontros que levam a estranhamentos, tangenciando o fantástico e o sobrenatural.

 

Juliana Garbayo
Yan Rego
André Balaio

 

Juliana Garbayo nasceu no Rio de Janeiro (RJ). É médica pela Universidade Federal Fluminense (UFF), psiquiatra pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ/IPUB) e mestre em Estudos Editoriais pela Universidade de Aveiro (Portugal). Publicou contos em antologias e revistas literárias. Coisas Difíceis de Ressuscitar é seu primeiro livro.

Yan Rego nasceu no Rio de Janeiro (RJ), em 1993. Frequentou saraus e slams na zona sul de São Paulo e integrou a coletânea de poemas Favela em Ação — Slam Capão (2020). Vive em Salvador (BA).

André Balaio é natural de Recife (PE). É escritor e roteirista. Ganhou o prêmio Off Flip de Literatura 2016 com o conto “O Lado de Lá” e foi finalista do Prêmio Sesc 2017. Publicou as narrativas breves de Quebranto (2018), vencedor do Prêmio Vânia Souto Carvalho da Academia Pernambucana de Letras.

 

Poesia

 

A Casa Mais Alta do Teu Coração

          ​​​​​​ Download  

A Minha Aldeia

           Download

Na Garganta um Sertão Enjaulado

             Download

 

A Casa Mais Alta do Teu Coração - 1º lugar

O livro versa, em linhas gerais, sobre a mulher em seu aspecto mais íntimo, a filha que perde a mãe em meio à pandemia, a menina que busca o pai perdido, a ente rechaçada em decorrência de sua condição socioeconômica, a sacerdotisa que questiona o divino e o próprio tempo — nuances cujo cenário é um país em derrocada.

A Minha Aldeia - 2º lugar

A obra é uma reflexão sobre evolução e decadência a partir de alguém que vê seu mundo mudando radicalmente, passando do sólido para a memória, e de como isto afeta o sujeito que, ao perder as suas referências de mundo, de algum modo, também se perde.

Na Garganta um Sertão Enjaulado - 3º lugar

Sertão e misticismo. Um povo, um lugar e uma história. Ou muitas histórias de tantos lugares e de tanta gente. O sertão é grito na madrugada, onde adormecem os fantásticos homens e mulheres de barro e osso.

 

Clarissa Macedo
Oly Wolf
Marcello Silva

 

Clarissa Macedo, mestra e doutora em Literatura e Cultura, é escritora, revisora, pesquisadora e professora. Publicou os livros O Trem Vermelho que Partiu das Cinzas (2014), Na Pata do Cavalo Há Sete Abismos (2017), vencedor do Prêmio Braskem Nacional da Academia de Letras da Bahia e traduzido para o inglês e espanhol, e O Nome do Mapa e Outros Mitos de Um Tempo Chamado Aflição (2019).

Oly Cesar Wolf nasceu em Campo Largo (PR), onde trabalha como professor de música e comerciante. Em 2020, pela Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura do Paraná, foi aprovado em dois editais para a publicação de O Grande Niestéviski (contos) e Escândalos & Sutilezas (poesia). Venceu o 27º Prêmio Cataratas de Contos e Poesias (poesia), o 18º Prêmio Paulo Setubal (crônica) e o 10º Prêmio Escriba de Contos 2019, entre outros.

Marcello Silva nasceu em Chaval (CE). É bacharel em Contabilidade pela Universidade Federal do Piauí (UFPI) e graduando em Direito na Universidade Estadual do Piauí (UESPI). Publicou os livros O Pescador (2015) e Homo Cactus (2018). Mantém o site www.marcellossilva.com.br.

 

Infantil

 

Conversa Sem Fim

                   Download  

Haicais no Jardim

                     Download

A Cigarra Circe Muda de Casa

                    Download  

 

Conversa Sem Fim - 1º lugar

Imagine se todas as coisas que existem decidissem conversar sem parar, das moléculas de uma pequena gota d’água às árvores nas encostas de um rio, dos bosques e montanhas até os astros da Via Láctea e seus curiosos planetas e estrelas. O livro é como um diálogo comprido e poético, que se estende até o final de tudo que não se acaba. Uma viagem fantástica sobre amizade e o sentido das palavras e da comunicação.

Haicais no Jardim: Um Novo Sopro no Ar - 2º lugar

Haicais infantis sobre um preservado jardim que sustenta um ecossistema. Pequenos seres cortejam o tempo curto contido em cada ciclo do dia. Nos versos de cada haicai, as imagens transmitem atividade e energia da vida fértil.

A Cigarra Circe Muda de Casa - 3º lugar

A cigarra Circe escuta um canto que a chama para fora da terra. Ao se mudar de dentro da terra para o tronco de uma árvore, a cigarra que está crescendo atravessa muitos desafios. Na sua caminhada para a troca da casca, a história de Circe é uma narrativa que convida crianças e adultos a confiarem nas mudanças de forma como aquilo que é próprio da vida.

 

Madu Amaral
Solange Firmino
Maiara

 

Madu Amaral nasceu no Rio de Janeiro (RJ), em 1998. É escritora, designer e ilustradora. Apaixonada por fotografia e narrativas infantojuvenis, sempre buscou retratar com palavras aquilo que sua câmera e lente não conseguiam capturar facilmente: nossa imaginação.

Solange Firmino nasceu no Rio de Janeiro (RJ), em 1972. Graduada pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), atuou como professora de Língua Portuguesa e Literatura. Publicou cinco livros de poemas. Em 2016, venceu o Prêmio Literário da Fundação Cultural do Pará com um conjunto de haicais.

Maiara Knihs nasceu em Brusque (SC), em 1987. É escritora e psicanalista. Formou-se em Letras e tem mestrado em Literaturas pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Faz doutorado em Harvard, onde pesquisa o tema do leite, da amamentação e da mãe preta na produção artística e literária de mulheres latino-americanas.