POEMAS | Clarissa Macedo
28/01/2022 - 16:18

A Casa Mais Alta do Teu Coração

 

Do abrupto

 

Molhar as plantas

Comprar sabão

Depenar as frutas

Saudar os óculos

Amarrar sapatos

Limpar os poros

Minha mãe é morta.

 

*

 

Rejeição

 

Teu olhar ginecológico

habita o meu aquário

de usuras e medos.

 

Profissional, asséptico e vidrado

o deslocar dos teus olhos

ofende o meu útero,

cansado da espera.

 

Enquanto me curo da tua ausência

da tua face clínica e distante,

que jamais arranca o chamado do meu apelo,

bordo a falsa flor,

laureada de armadilha,

clandestina

como a agulha que não soube usar

e que espetei na casa mais alta do teu coração.

 

*

 

Súplica

 

Me ensina a ser dura, pai,

como os homens de pedra.

Me mostra como ser faca e ferro,

como não sangrar, nem debruar

os átrios de saudade.

Me desvenda o mistério

de enxugar a lágrima

de descamar o amor ainda em botão.

Me lega o segredo de ser rija,

de ser tronco, de ser haste,

seca como a folha que,

marrom e ao chão,

há muito morreu por dentro.

Tem compaixão, pai,

desta filha franzida

que todos os dias

engorda as garras

com que flagela

as próprias asas.

 

 

 

 

 

 

A Casa Mais Alta do Teu Coração — 1º lugar no Prêmio Biblioteca Digital 2021, categoria Poesia

O livro versa, em linhas gerais, sobre a mulher em seu aspecto mais íntimo, a filha que perde a mãe em meio à pandemia, a menina que busca o pai perdido, a ente rechaçada em decorrência de sua condição socioeconômica, a sacerdotisa que questiona o divino e o próprio tempo — nuances cujo cenário é um país em derrocada. A Casa Mais Alta do Teu Coração está disponível para download gratuito em bpp.pr.gov.br.

 

 

Clarissa Macedo, mestra e doutora em Literatura e Cultura, é escritora, revisora, pesquisadora e professora. Publicou os livros O Trem Vermelho que Partiu das Cinzas (2014), Na Pata do Cavalo Há Sete Abismos (2017), vencedor do Prêmio Braskem Nacional da Academia de Letras da Bahia e traduzido para o inglês e espanhol, e O Nome do Mapa e Outros Mitos de Um Tempo Chamado Aflição (2019).

casa