Notas da Província

Homenagem a Jamil Snege

O escritor curitibano Jamil Snege faleceu no dia 16 de maio de 2003. Este ano, na mesma data, a BPP presta homenagem ao autor. A partir das 19 horas, entra em cartaz na hall térreo uma exposição com fotos de Daniel Snege, filho do autor. Há imagens já veiculadas, muitas das quais presentes nesta edição do Cândido, e também outras nunca antes reveladas anteriormente. Na mesma data e horário, os escritores Cristovão Tezza e Miguel Sanches Neto participam de bate-papo no Auditório Paul Garfunkel a respeito do percurso e obra de Snege. Ambos foram amigos e conviveram com o autor. A entrada é franca.



Jandique #2

No próximo dia 25 de maio será lançado o segundo número da revista literária Jandique. Trimestral, o periódico publica apenas escritores e artistas paranaenses. No próximo número, a revista traz textos de Luci Collin, Luís Henrique Pellanda, Martina Sohn Fischer, Leonarda Glück, Tiago Macedo, Diego Fortes e Otavio Linhares. Outro destaque é entrevista com Rogério Pereira, editor do jornal Rascunho e diretor da Biblioteca Pública do Paraná. O lançamento acontece na livraria Arte&Letra.





Uma festa para a prosa e outra para a poesia

Curitiba será sede de pelo menos duas novas festas literárias neste ano. A primeira se chama Litercultura e vai acontecer no mês de agosto, tendo como ponto de irradiação o Palácio Garibaldi, no bairro São Francisco. Já estão confirmadas as presenças do escritor português Gonçalo M. Tavares, da presidente da Academia Brasileira de Letras (ABL), Ana Maria Machado e do jornalista Silio Bocanera, correspondente internacional da TV Globo. A curadoria fica sob responsabilidade de Mário Hélio Gomes. Para outubro está previsa a realização do Festival de Poesia de Curitiba. O projeto, da produtora Abaporu, quer levar a poesia para diversos pontos da cidade por meio de shows, performances e leituras. Os debates, que estarão sob responsabilidade da poeta Alice Ruiz, devem contemplar nomes como Arnaldo Antunes, Mário Bortolotto e Chacal, entre outros cogitados. Pelo que é ventilado na mídia, a ideia é realizar, para a poesia, um evento tão expressivo como o Festival de Curitiba é para a dramaturgia.