Notas da Província

Carlos Machado canta em espanhol


No dia 7 de agosto, a partir das 20 horas, no Teatro Paiol, em Curitiba, Carlos Machado faz o show de lançamento de seu mais recente álbum, los amores de paso. Após registrar as suas composições cantando em português nos álbuns Tendeu (2008), Samba portátil (2010) e Longe (2012), Machado decidiu, agora, experimentar o idioma de Miguel de Cervantes, Jorge Luís Borges e Fito Paez. “Estou constantemente em busca de novas formas para explorar as canções de desamor. Além disso, cantar em espanhol é uma forma de aproximar o universo musical brasileiro com outras culturas”, afirma o cantor e compositor, que toca violão e canta, e na primeira apresentação pública de los amores de paso estará acompanhado de Marcio Rosa na percuteria e Rodrigo Marques no baixo acústico, além de convidados especiais. Além de compositor, Machado também escreve ficção e é autor dos livros A voz do outro (2004), Nós da província: diálogo com o carbono (2005), Balada de uma retina sul- -americana (2006) e Poeira fria (2012).A Biblioteca Pública do Paraná
lança, neste mês, a antologia 48 Contos Paranaenses.


48 Contos Paranaenses

A Biblioteca Pública do Paraná  lança, neste mês, a antologia 48 Contos Paranaenses. O livro faz um recorte do que foi produzido no gênero desde a emancipação do Estado, em 1853. Organizada por Luiz Ruffato, a  coletânea mostra a força do conto local ao selecionar prosadores cuja característica em comum maisevidente é a pluralidade de vozes. “Colocamos à disposição, na verdade, uma gama de escritores, que, cada um à sua maneira, ajudam a construir o imaginário brasileiro dos últimos cento e poucos anos”, diz Ruffato. Os livros têm tiragem de mil exemplares e serão distribuídos para todas as Bibliotecas Públicas do Paraná