Biblioteca Afetiva

A boneca podia se desmanchar na chuva, mas As meninas exemplares, da escritora Condessa de Ségur, estariam lá, me esperando para irmos juntas por aventuras banais, num espaço campestre e de casas governadas por mulheres. O que me deu de fantasia e força aquele universo distante, e próximo! Afetada pela vida das personagens, sem me incomodar com as recomendações dos bons comportamentos e de coração acelerado pelas transgressões, me abraçava comigo pelas linhas do livro. Muitos vieram depois. A leitora amadureceu e se especializou, mas a atmosfera de narrativa simples e confiante continua a tocar o cotidiano, a transfigurá-lo.

Nilma Lacerda nasceu no Rio de Janeiro, onde vive. É autora do romance Manual de tapeçaria (1985) e das novelas Dois passos pássaros. E o voo arcanjo (1987) e Viver é feito à mão/ Viver é risco em vermelho (1989). Recebeu o Prêmio Jabuti em literatura juvenil pela obra As fatias do mundo (1997).



O primeiro livro que comprei com economias da mesada foi O sol é para todos. A escrita de Harper Lee tem o ritmo da pequena cidade do Alabama, sul dos Estados Unidos. Minha repulsa a qualquer expressão de preconceito nasceu dessa obra. Tive sorte de ler na idade certa, toda criança deveria ler, é um livro formador de caráter. Prêmio Pulitzer, 30 milhões de cópias vendidas que tem, entre outros, o seguinte trecho marcante: “Coragem não é um homem com uma arma na mão. Coragem é quando você sabe que está derrotado antes mesmo de começar, mas começa assim mesmo, e vai até o fim. Raramente a gente vence, mas isso pode até acontecer”.

Antonio Cava é autor teatral, curador de arte e produtor cultural. O universo gráfico de Glauco Rodrigues, Atlas — João Machado e a mostra Festival Fellini são trabalhos recentes realizados em Curitiba, cidade onde vive.