Cândido indica - 106
25/05/2020 - 14:35

Escrever é Tirar um Osso da Garganta

Miguel Sanches Neto, Container, 2019

O autor dos livros A Bicicleta de Carga (2018), A Bíblia do Che (2016) e Chove Sobre Minha Infância (2000), entre outros, reúne entrevistas que concedeu ao longo dos anos — desde sua primeira como escritor, conduzida por José Carlos Fernandes em março de 2000, na Gazeta do Povo, até a transcrição de seu encontro com Christian Schwartz no projeto Um Escritor na Biblioteca, em dezembro de 2016. As conversas passam por temas como a recepção de suas obras, o trabalho de outros autores e seu processo criativo.

 

Ressurreição — 101 Sonetos de Amor

Carlos Newton Júnior, Nova Fronteira, 2019

A língua portuguesa possui uma rica tradição de sonetistas — Sá de Miranda, Florbela Espanca, Cruz e Sousa e Camões, entre outros. Dialogando com esses elos, direta e indiretamente, o pernambucano Carlos Newton Júnior insere seu nome nessa corrente, ciente de que o idealismo do poeta é “alucinação, musa, quimera”. Para o crítico e ensaísta André Seffrin, que assina o texto de orelha, a obra traz versos de “redenção, júbilo e tormento”.

livro miguel
livro carlos

 

Não Aceite Caramelos de Estranhos

Andrea Jeftanovic, Mundaréu, 2020

Reunião de contos de uma autora chilena que se destaca na cena da literatura latino-americana contemporânea. Seguindo uma tendência atual, Andrea Jeftanovic elabora 11 narrativas que têm o ambiente familiar e as relações íntimas como pontos de partida, e confere a essas situações o olhar pouco romântico de quem cresceu sob a ditadura de Pinochet. Apesar da franqueza desoladora, as vozes também parecem carregar ternura e são construídas através de formas literárias desafiadoras.

 

Conversas com Kubrick

Michel Ciment, Cosac Naify, 2013

O trabalho cinematográfico do diretor norte-americano Stanley Kubrick (1928-1999) está enraizado no imaginário da cultura pop. Neste livro, o crítico de cinema Michel Ciment reúne entrevistas, artigos e falas do próprio Kubrick, com o objetivo de mostrar a coerência estética e filosófica do responsável por filmes que, à primeira vista, parecem tão diferentes entre si — como Lolita (1962), 2001 — Uma Odisseia no Espaço (1968) e Laranja Mecânica (1971).

livro andrea
livro kubrick