Segunda a sexta-feira, das 8h30 às 20h e aos sábados das 8h30 às 13h.

  • Consulta Acervo

BPP

21/12/2018

Pesquisa aponta que 99% dos leitores estão satisfeitos com a Biblioteca Pública do Paraná

Desde 2011 a Biblioteca Pública do Paraná passa por um amplo processo de modernização. Em oito anos, foram investidos mais de R$ 8 milhões em reformas. Todas as melhorias estruturais e projetos culturais realizados nos últimos anos foram levados a cabo com o intuito de satisfazer as necessidades dos frequentadores e promover atividades inovadoras. Para saber se esses objetivos realmente foram cumpridos, a atual gestão da Biblioteca contratou o Grupo DataCenso para realizar uma pesquisa de satisfação entre leitores da BPP.

A pesquisa realizada pelo DataCenso, entre 5 e 11 de outubro de 2018, com 300 pessoas, acusou um índice geral de satisfação de 99% — o que indica que praticamente a totalidade dos frequentadores da BPP está muito feliz com os serviços prestados e com o ambiente pós-reformas.

De acordo com a pesquisa, o que os frequentadores mais gostam na Biblioteca Pública do Paraná é, pela ordem: o ambiente (de tranquilidade e silêncio); a qualidade do acervo; o conforto; o espaço para leitura; e a organização. “A biblioteca me atrai pelos jornais que disponibiliza e pelo ambiente. Tenho um carinho imenso pelos livros”, diz Sergio Bandeira Cruz, de 58 anos, que há 30 anos frequenta a BPP. Ao perguntar especificamente sobre as mudanças, reformas e novas instalações, a pesquisa revelou que 95% dos entrevistados declaram estar muito satisfeitos.

Segundo eles, os principais pontos positivos da reforma são: mobiliário mais confortável; ambiente mais dinâmico e moderno; melhoria na funcionalidade de algumas seções; maior espaço para leitura; e uma das mais recentes melhorias, o café instalado no térreo.

Os principais motivos que levam as pessoas a frequentar a Biblioteca Pública do Paraná também foram investigados. Os mais mencionados são: empréstimos de livros em geral; utilizar o espaço para estudar; pesquisas acadêmicas; leitura; e, ainda, passatempo. “A Biblioteca contribuiu para os meus estudos e pesquisas sobre teologia, principalmente na época que precisava de computador e não tinha em casa”, conta Silvanira Oliveira dos Santos, de 57 anos. “Além disso, aqui existe a acessibilidade para cadeirantes — me sinto bem tratada e cuidada pelos funcionários, é um ambiente do bem”, elogia.

Sinergia & satisfação

O diretor da BPP, Rogério Pereira, explica que as reformas foram planejadas não somente para modernizar o prédio, mas também com a finalidade de tornar o ambiente propício à realização de atividades culturais. E, durante a gestão, várias ações consolidaram a Biblioteca, bem mais que um espaço para o empréstimo de livros, como um centro cultural. “Esse é o papel das bibliotecas modernas”, diz Pereira.

Foi possível oferecer ao público, por exemplo, oficinas de criação literária e de ilustração, exposições, o projeto Música na Biblioteca, além de a BPP editar este jornal Cândido e a revista Helena, incluindo a publicação mais de 40 títulos por meio do Selo Biblioteca Paraná.

Entre as iniciativas, vale destacar a realização do Prêmio Paraná de Literatura, com premiação de R$ 30 mil para o vencedor de cada categoria (Conto, Poesia e Romance) e a publicação das obras vencedoras com tiragem de 1 mil exemplares (cada uma).

O público infantil passou a contar com projetos que estimulam a leitura, entre eles Aventuras Musicais, Aventuras Teatrais e Aventuras Literárias, além de Uma Noite na Biblioteca — iniciativa que oferece a crianças inúmeras atividades desde a tarde um sábado até a manhã do dia seguinte dentro da BPP.

Reformas
Finalizada em 2017, nos 160 anos da Biblioteca, a primeira fase da revitalização contou com R$ 2,1 milhões, do Instituto Renault, destinados à reforma do auditório, do hall do segundo andar, dos banheiros do térreo e da Seção de Empréstimos, remanejada para dar lugar a um café inaugurado em 2018.

No primeiro semestre deste ano, a segunda etapa de melhorias — com investimento de R$ 2,5 milhões do Instituto Renault — revitalizou as salas destinadas a Literatura, Periódicos, Multimeios e Infantil. Os espaços receberam novo mobiliário, iluminação e pintura. Também houve reforma da cantina e dos banheiros dos funcionários.

Já a terceira etapa do projeto, finalizada em dezembro deste ano, contemplou as salas de Ciências Sociais e Jurídicas, História e Geografia, Filosofia e Religião, Ciências Puras e Aplicadas, Esportes e Belas Artes, Braille, Coworking e a Divisão de Documentação Paranaense. As salas receberam pintura, mobiliário e projeto de iluminação novos. Também foi criado um novo espaço para as obras raras do acervo, no segundo andar do prédio, que hoje conta com 3.837 títulos.

As mudanças realizadas desde 2011 transformaram a Biblioteca Pública em um verdadeiro espaço de cultura, cursos e convivência, por onde passam, diariamente, cerca de 2 mil pessoas. 

Fonte: BPP

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.