Segunda a sexta-feira, das 8h30 às 20h e aos sábados das 8h30 às 13h.

  • Consulta Acervo

Prêmio Paraná de Literatura 2014

Em sua terceira edição, o Prêmio Paraná de Literatura teve os seguintes integrantes na comissão julgadora: Elvira Vigna, Regina Zilberman e Lourival Holanda foram os jurados da categoria Romance (prêmio Manoel Carlos Karam). Cíntia Moscovich, Antonio Carlos Viana e Paulo Venturelli escolheram o melhor livro de contos (prêmio Newton Sampaio). Luci Collin, Augusto Massi e André Seffrin analisaram as obras de poesia (prêmio Helena Kolody).


Os vencedores foram:

RomanceContosPoesia


ROMANCE | Prêmio Manoel Carlos Karam

Operação impensável, de Vanessa Barbara


Com o título emprestado de uma operação militar, o livro retrata uma relação amorosa que vai se transformar em uma guerra conjugal. A partir da história dos personagens Lia e Tito, a autora dialoga com a multiplicidade de referências do mundo contemporâneo, repleto de sons, ruídos e novas plataformas de informação.

Vanessa Barbara nasceu em 1982 em São Paulo, onde vive. É jornalista e colabora com veículos como o International New York Times e O Estado de S.Paulo. Publicou, entre outros títulos, o livro-reportagem O livro amarelo do terminal (2008, Prêmio Jabuti de reportagem), o romance Noites de alface (2013) e a coletânea de crônicas O louco de palestra (2014). Em 2012, integrou a edição da revista Granta, que escolheu os 20 Melhores Jovens Escritores Brasileiros.


CONTOS | Prêmio Newton Sampaio

No início, de Adriana Griner


Em sua estreia na literatura, Adriana Griner recria histórias do Antigo Testamento para abordar temas como a condição da mulher na sociedade. Escrito ao longo de quatro anos, trata-se de um livro ousado, tanto na forma quanto no conteúdo.

Adriana Griner nasceu em 1962, no Rio de Janeiro (RJ), onde mora atualmente — depois de temporadas em Brasília (DF), Campinas (SP) e Israel. Formada em Letras pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), já foi bancária e hoje atua como professora do Instituto Tecnológico ORT, escola sem fins de lucrativos de origem judaica.


POESIA | Prêmio Helena Kolody

Fios, de Sônia Barros


Mais conhecida por sua produção infantojuvenil, Sônia Barros conquistou o Prêmio Paraná de Literatura com um livro que trata da infância, da velhice, da maternidade, do amor, da memória, da solidão, da morte e da própria poesia.

Sônia Barros nasceu em 1968, em Monte Mor (SP), e desde a infância mora em Santa Bárbara d'Oeste (SP). É formada em Letras pela Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep). Publicou o livro de poemas mezzo vôo (2007) e outras 16 obras de literatura infantojuvenil, entre elas Ciranda mágica e outros poemas (2009), Onde o céu acontece (2009), Asas de dentro (2010) e A coragem de Leo (2014). Também participou de antologias e transcreveu diversos livros para o braille.

Recomendar esta página via e-mail: